Carrossel, 20 anos

 

Há duas décadas, mais precisamente entre 1989 e 1990, ia ao ar pela Televisa, no México, o primeiro capítulo da novela infantil “Carrossel”.
A trama acompanhava a rotina do Colégio Mundial, administrado pelo Sr. Morales (Manuel Guízar) e mostrava as crianças descobrindo os prós e os contras da vida, em meio a confusões e travessuras. Tudo controlado pela marcante interpretação de Gabriela Rivero, que deu vida a doce e dedicada professora Helena.
Além de Helena, a trama eternizou vários de seus personagens, que são lembrados até hoje pelo público que acompanhou a história nos anos 90, como o menino alvo de preconceitos, Cirilo (Pedro Javier Viveros), que sofria nas mãos de Maria Joaquina (Ludwika Paleta), uma menina mimada, esnobe e rica, a gulosa e romântica Laura (Hilda Chávez), Kokimoto (Yoshiki Taquiguchi), que sempre estava com sua faixa de caratê amarrada na cabeça e os inteligentes Marcelina (Georgina Garcia) e Daniel (Abraham Pons).

Além deles, tinha o gordinho de grande coração, Jaime Palilo (Jorge Granillo), Carmem (Flor Eduarda Gurrola), que sofria com a separação de seus pais, o agressivo Mario (Gabriel Castañon), o judeu David (Joseph Birch) e sua namoradinha míope Valéria (Christel Klitbo), além do bagunceiro Paulo (Mauricio Armando)
O sucesso de “Carrossel”, adaptada da trama argentina “Jacinta Pichimahuida, la maestra que no se olvida”, exibida nos anos 70, levou a Televisa a produzir 375 capítulos e, em pouco tempo, o sucesso desembarcou em outros países. Foi o caso do Brasil, que passou a ter a trama transmitida pelo SBT em 1991. Na época, a emissora, que passava por um momento difícil em sua programação, pagou a quantia de US$ 300 mil pelos direitos da novela.

Sucesso no Brasil
E não demorou muito tempo para “Carrossel” cair no gosto do público brasileiro e elevar os índices do SBT no horário. Exibida na faixa das oito da noite, a emissora de Silvio Santos viu sua audiência média no horário subir dos 6 pontos para 21 em apenas três semanas de exibição. Enquanto isso, a Globo sofria com a concorrência. O “Jornal Nacional” desabou dos 54 pontos para 41 com a estreia da trama mexicana.

em comportamento”
A telenovela mexicana infantil Carrossel foi sucesso no início dos anos 90. Comandados pela doce e meiga professora Helena, os alunos da escola Mundial se metiam em todo tipo de confusão. A história também abordava temas como preconceito e disparidades sociais, de maneira que as crianças compreendessem. A novelinha marcou uma geração. Veja como alguns personagens ficaram e relembre “toda a turma que é zero em comportamento